Conheça as Ilhas Galápagos, o maior santuário ecológico do mundo

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela inativaEstrela inativa
 

As Ilhas Galápagos, no Equador, formam um arquipélago com 13 ilhas, consideradas o mais importante laboratório vivo de biologia no mundo.

As Galápagos estão localizadas no Oceano Pacífico, a mil metros da Costa do Equador, sendo uma das províncias desse país. Integra o Patrimônio Mundial da Unesco desde 1978. É uma reserva da vida selvagem administrada pelo Governo do Equador e considerada o mais importância laboratório vivo na área de biologia, em todo o mundo.

Foi ali que Charles Darwin, em 18 de setembro de 1835, chegou a bordo do navio H.M.S. Beagle, capitaneado por Robert Fitz Roy, para fazer descobertas que resultaram em um aprimoramento de sua Teoria da Seleção Natural e a ideias desenvolvidas na publicação "A Origem das Espécies". Ele permaneceu 35 dias nas Galápagos, visitando 4 das 13 ilhas: San Cristóbal (ou Chatham Island), Floreana (Charles Island), Isabela e Santiago.

O Arquipélago das Galápagos é formado ainda pelas ilhas de Santa Cruz, Santa Maria, Santa Fé, Fernandina (com uma rica fauna de pinguins, pelicanos, leões-marinhos e iguanas), Wolf, Pintada e Bella, entre outras.

A fauna das Galápagos reúne espécimes como a tartaruga-das-galápagos, iguana-marinha, o pinguim-das-galápagos, o cormorão-das-galápagos, o falcão-das-galápagos, a fragata-comum, entre outros animais. São, no total, cerca de 5 mil espécies de animais, dos quais cerca de 2 mil não se encontram em qualquer outro lugar do mundo.

Suas 13 espécies de tentilhões estão entre as mais famosas de suas 159 espécies de aves e são também os pássaros endêmicos (que só existem ali) mais conhecidos. Há também 300 espécies de peixes, 650 de moluscos, 200 de equinodermos, 120 de caranguejos, 1.600 insetos e 150 aracnídeos.

Frei Tomás de Berlanga, que era o Bispo do Panamá, foi o descobridor das Ilhas Galápagos, em 1535. Elas aparecem em dois mapas do século XVI: o de Mercator, de 1569, e o de Abraham Ortelius, de 1570. Também foram visitadas por Cristóvão Colombo, em expedição patrocinada pelos Reis da Espanha. O primeiro morador das ilhas foi o irlandês Patrick Watkins, abandonado no local em 1807 e que ali viveu até 1809, quando roubou um barco e fugiu para Guayaquil.

As Ilhas Galápagos foram anexadas ao Equador em 1832, tendo como nome oficial Arquipélago de Cólon. Integram a província equatoriana das Galápagos, que tem como capital a cidade de Puerto Baquerizo Moreno, com 18.640 habitantes e uma área total de 8.010 quilômetros quadrados.

Ilhas Galápagos,   Equador,   Charles Darwin,   biodiversidade,   meio ambiente,